quinta-feira, 18 de setembro de 2014

RELATÓRIO MISSÃO COLOMBIA

                                          “Como água fresca para a garganta sedenta é a boa                                                              notícia que chega  de uma terra distante.” (PV.25:25)



Colômbia, 17 de Setembro de 2014.

A paz do Senhor amados irmãos!


Começo agradecendo a Deus, a nossa Igreja na Paraíba, a todos os nossos Pastores, líderes e secretários de missões... Continuamos na igreja Centro Internacional de Oração, muitos desafios, pois este bairro como já falei anteriormente, têm muita droga e prostituição, mas sempre estamos orando. A igreja está com alguns trabalhos novos como: Futebol de forma mais organizada, pois, agora temos um licenciado em Educação Física, e estamos buscando uma fisioterapeuta para estar nos ajudando. Também começamos o reforço escolar para crianças do bairro, e este trabalho tem chamado a atenção das famílias, agora no final de setembro estamos organizando um culto para os pais das crianças; estejam orando para Deus trazê-los. Existem muitas dificuldades para chegar a estas famílias em uma capital como Bogotá, mas na verdade o projeto do reforço escolar têm nos aproximado muito dos pais das crianças, e o trabalho que fazemos no Centro comunitário do bairro já têm nos dado frutos... Depois de um ano de trabalho com estas mulheres, sem desistir delas, já temos uma família na igreja, outras visitando a igreja, e já temos oportunidade de fazer aconselhamento com elas, e também a líder já nos cede espaço para compartilhar a Palavra todas as terças, isso para nós é uma grande benção, pois foi um ano sem ver nada, e agora começamos a ganhar a confiança delas, e elas já nos pedem aconselhamento e acompanhamento. Deus nos tem dado muita graça com este grupo. Lembro-me que quando chegamos aqui em Fontibón e vimos este prédio, o Espírito Santo nos fazia olhar para este lugar, mas a princípio não sabíamos o que funcionava ali, mas sentimos Deus dizendo que tínhamos que entrar ali... Então compartilhamos com as outras missionárias que tínhamos que ir ali saber o que era, foi quando descobrimos que era da comunidade, e nos apresentamos lá e dissemos que queríamos colaborar com alguma coisa, e já faz um ano e meio que começamos com elas, trazemos outras mulheres para lhes ensinar manualidades, organizamos as festas para as crianças, lhes ajudamos no que podemos... E agora já vemos os primeiros frutos aparecerem. Estamos gratas a Deus por tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário